Pular para o conteúdo principal

Mente alegre


"Cultivar estados mentais positivos como a generosidade e a compaixão, decididamente conduz a melhor saúde mental e a felicidade".Dalai Lama

04/11/2014, às 12h
Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria
                                                                                                                                                              "
No livro Redação científica moderna, assim escrevi no Capítulo 2: Começar a redigir: “Quando o professor fala em sala de aula nem todos os estudantes e pesquisadores são capazes de reconhecer o que é fundamental e anotar. Não basta escutá-lo. É preciso tomar nota, manter a mente alegre, reler em outro momento, porque só alguns procuram na fala do professor o que contém revelação interessante e o que é expressivo".
Por causa da expressão mente alegre, tenho recebido alguns e-mails de pesquisadores de diferentes áreas em busca de esclarecimento sobre o que eu quis dizer, bem como questionamentos de psicólogos, em especial daqueles que têm pesquisas afins.
Mente alegre, para mim, remete a ideia de gratidão. Sim, de gratidão. Poucas vezes, muitos de nós, e eu me incluo entre os “muitos de nós", esquecemos de agradecer pelo que temos, e pedimos mais, queremos mais. Em certos casos, tornamo-nos escravos dos desejos, pois nessas situações não temos mentes, mas cérebros.
Uma mente alegre é serena e pode ser ativada por sensações prazerosas, criadas livremente, sem estímulos medicamentosos. Portanto, recompensa, prazer e euforia são alguns dos sentimentos positivos vivenciados por uma mente alegre que eventualmente não tenha experimentado uma sensação de bem-estar, mas que sabe gerar constante bem-estar, recurso disponível a todos, basta procurá-lo.
Ainda, uma mente alegre sabe das vicissitudes da vida, porém, não sucumbe, pois é perseverante e paciente. Para uma mente alegre, gratidão somada a paz interior, formam valores perenes. Manter a mente alegre é fonte de muito trabalho e de profunda firmeza de ânimo, uma vez que está em constante evolução, como a expansão de nossa consciência.