Pular para o conteúdo principal

Postagens

Método das 9 etapas (Pedro Reiz)

O que é o Método das 9 etapas? O Método das 9 etapas é um método simples e prático para os pesquisadores prepararem projeto, relatório, dissertação, tese e artigo científico. Esse método surgiu da observação de que muitos pesquisadores iniciavam a redação dos seus trabalhos sem o planejamento adequado. O Método das 9 etapas foi criado por Pedro Reiz e aperfeiçoado ao longo dos últimos anos. Tem sido colocado em prática por pesquisadores e docentes de diversas instituições do país das disciplinas de metodologia da pesquisa científica, metodologia científica, metodologia do trabalho científico, entre outras. O pleno domínio do Método das 9 etapas permite ao pesquisador a preparação dos mais complexos trabalhos, sem estresse e ansiedade, porque foca no que é de interesse ao desenvolvimento da pesquisa científica.

A transcrição que segue é do livro Método das 9 etapas (no prelo):

“O Método das 9 etapas está adequado a todos os gêneros de trabalhos acadêmico-científicos da área da saúde, em …
Postagens recentes

Qualidade do texto científico

O pesquisador não pode ser analisado por uma ou outra produção, porque a qualidade de um texto científico está ligada à competência de escrever num determinado momento.
A qualidade põe em jogo habilidades e competências de leitura, compreensão, seleção dos documentos, análise, produção, revisão e recursos emocionais, na perspectiva do produtor de texto. Nesse sentido, é difícil determinar o que caracteriza qualidade no texto científico, em especial, depois que ele está produzido. A qualidade pode estar relacionada com [...]
Trecho transcrito do livro Redação científica moderna, de Pedro Reiz, publicado pela Editora Hyria.
No livro Redação científica moderna, tanto no tópico 3.4.2 “Qualidade da informação que se quer transmitir” quanto 5.5 “Qualidade do texto científico” o leitor tem à disposição as seguintes ideias:

O que faz um artigo científico ser um bom artigo científico.Qualidade das publicações científicas.Texto de divulgação científica.Produtividade científica não quer dizer quali…

Técnicas de redação científica podem ajudar no ENEM?

“O falar incessantemente por hipérboles só se aplica ao amor”. Francis Bacon
Descubra técnicas de redação científica e métodos de estudo. Condenar as regras de redação não é adequado, uma vez que o domínio dessas regras pode ajudar milhares de estudantes que zeram a redação do Enem ou que apresentam dificuldades em redigi-la. Vamos ajudar na divulgação das regras e técnicas de redação?
Com as novas normas que entraram em vigor em abril de 2015, para solicitar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) de 2016 em diante, será necessário que o candidato obtenha 450 pontos na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e também não zere na prova de redação.
O Enem ainda é a “porta de entrada” àqueles que pleiteiam bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e o processo seletivo para quem deseja ingressar em institutos e universidades federais.
Vale lembrar que as mídias impressa e eletrônica divulgaram recentemente o resultado do Enem1 de 2014: dos 6.193.565 can…

Assim

Possuir vocabulário rico e variado auxilia na saúde mental como também favorece vários processos de reflexão e escrita. Ele ainda facilita a preparação de paráfrases e de resumos de livros. Como enriquecer o vocabulário? "Assim" pode ajudar de modo divertido. Boa leitura!
     “Assim” é advérbio ou conjunção. Como advérbio indica algo que pode ocorrer desse ou daquele modo, por exemplo: “Foi assim que lhe ensinaram a escrever?”. Também pode denotar domesmo modo; igualmente, como no exemplo: “Os desvios à norma culta cometidos pelo autor: redundâncias, linguagem informal, uso incorreto de vírgulas e assim os demais foram identificados pelos leitores treinados”. Afora apontar para tamanho, quantidade, volume etc., por exemplo, para exprimir na fala o gesto com a mão aberta e os dedos unidos: “Nos jogos do São Paulo é assim de gente pedindo para o Rogério Ceni largar o osso”. Por sua vez, “assim” na função de conjunção equivale a deste modo; portanto; destarte[1]. A conjunção ou…

Quais são os métodos de treinamento em redação científica?

Redação científica de fato ou ilusão com as "ferramentas on-line para redação científica"?Vamos expor como compreendemos, sem pressupor que entendemos tudo.Comparado com os outros métodos de treinamentos, o Treinamento em Redação Científica de Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação é prático, rápido e facilmente assimilável. É muito bem recebido por pesquisadoras e pesquisadores de diferentes universidades e empresas em que tem sido ministrado. Alguns métodos de treinamentos parecem ser oferecidos em extremos: de um lado estão os cursos ministrados por “especialistas nos cursos de redação científica internacional” ou nos "cursos de redação de artigos científicos em inglês" que acreditam no "treinamento certo", pois, para esses especialistas, os pesquisadores serão “capacitados”, ideia que em nosso Centro de Treinamento não adotamos. Também solicitam nível médio de língua inglesa e mantêm programas rígidos a ser encaixados na produção do pesquisador (…

Pesquisa científica

Não ter tempo é diferente de não ter oportunidade.03/01/2015, às 10h56
Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria


O propósito do pesquisador ao preparar manuscrito a ser submetido a um periódico é o de informar à comunidade científica quais as contribuições[1] da sua pesquisa. A essência do relato normalmente cabe ao autor[2] principal. Desse modo, demonstra não só domínio na área de atuação como também das técnicas de redação científica. Assim, é hora dos pesquisadores comprometidos com o progresso da ciência, a educação em vários âmbitos e o desenvolvimento do país mobilizarem-se para a implantação de mecanismos favoráveis à divulgação, estudo e prática de técnicas de redação científica facilmente assimiláveis. Não se pode continuar a esconder sob o véu “da falta de tempo” e outros argumentos insípidos, o conhecimento parcial das técnicas de redação científica para legitimar crenças e práticas não aceitas em nosso meio, como a de “outros” escreverem para “aqueles q…

Fotocópia de livros. Quando fotocopiar algumas páginas de um livro?

É permitida a fotocópia de livros?08/12/2014, às 19h31
Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria

    Não se faz fotocópias de livros. Em certos casos, o livro pode ser customizado para usos específicos. Contudo, um professor pode indicar a leitura de livros não mais publicados. Neste caso, ainda assim não se faz cópias, pois é possível encontrar um livro em sebos, às vezes, por preços acessíveis. Se ainda não for possível encontrá-lo, uma vez que não está disponível nem em sebos, o interessado, então, fará cópia de pequena quantidade de páginas.
     Sugere-se, para melhor aproveitamento da leitura, que a reprodução seja das seguintes páginas:
     1) Páginas de interesse (máximo de 10%).
     2) Ficha catalográfica.
     3) Capa.
    4) Referências do capítulo, quando for o caso, também das Referências na parte final do livro.
Ao anotar as informações da ficha catalográfica, o pesquisador terá à disposição:
     • Os nomes dos autores.
     • Título do livro.
     • Ano.
 …

Mente alegre

"Cultivar estados mentais positivos como a generosidade e a compaixão, decididamente conduz a melhor saúde mental e a felicidade".Dalai Lama

04/11/2014, às 12h
Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria                           " No livro Redação científica moderna, assim escrevi no Capítulo 2: Começar a redigir: “Quando o professor fala em sala de aula nem todos os estudantes e pesquisadores são capazes de reconhecer o que é fundamental e anotar. Não basta escutá-lo. É preciso tomar nota, manter a mente alegre, reler em outro momento, porque só alguns procuram na fala do professor o que contém revelação interessante e o que é expressivo". Por causa da expressão mente alegre, tenho recebido alguns e-mails de pesquisadores de diferentes áreas em busca de esclarecimento sobre o que eu quis dizer, bem como questionamentos de psicólogos, em especial daqueles que têm pesquisas afins. Mente alegre, para mim, remete a ideia de gratidão. Sim, de gr…

É possível aperfeiçoar as habilidades em redação científica?

Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria
5/8/2014, às 19h59
Atualmente no Brasil, conforme dados divulgados pelo Inep em 2012, há mais ou menos 7 milhões de estudantes de graduação. Nas áreas de saúde, biológicas, engenharias e agrárias frequentam aproximadamente ¼ desses estudantes. Desses, um em cada três terão noções de entendimento e produção de texto (http://www.ipm.org.br e http://www.acaoeducativa.org), e um em cada doze frequentarão um curso de mestrado ou doutorado, apesar de apenas ¼ concluí-lo. Dos graduados, alguns talvez utilizem  o conhecimento aprendido na graduação nos três primeiros anos, alguns aplicarão em parte e outros podem nunca empregá-los. Para os estudantes de graduação que utilizarão ou que pretendem usá-lo, o desenvolvimento das habilidades de consumo e de produção de texto científico é necessário, a fim de estimular e potencializar os benefícios positivos desses recursos e técnicas para as demais fases da vida profissional e acadêmica (…

Como serão preparados os textos científicos em 2050?

Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria
1º/06/2014, às 16h06
A dissertação, tese e artigo científico não podem ser utilizados para falsear ou enganar. Afinal, eles são preparados por pessoas cultas e, portanto, escritos pelos próprios pesquisadores, não por outrem. Talvez, em 2050, ou no fim deste século, ou quem sabe no início do século XXII, seja explicada a evolução do modo de "aceitar" e preparar tese e artigo científico: 1996: abertura de novos cursos pelo MEC e advento do “Provão” com o ministro da Educação, Paulo Renato.1996-2003: início da comercialização dos softwares que detectam possíveis plágios.2017-2025: mais rigor em algumas instituições de ensino para o aceite de trabalhos de conclusão de curso (graduação) e nas monografias dos cursos de especialização (lato sensu), com o zelo necessário e garantia de aprendizado pelo candidato. Destaque para o início da conscientização dos estudantes e pesquisadores, conform…

Estudantes e pesquisadores. Quem são? O que querem?

Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria 14/04/2014, às 16h40
Costumo diferenciar os termos “estudante” de “pesquisador”, e utilizo o primeiro em alusão àqueles que frequentam a graduação e a pós-graduação (lato sensu). O vocábulo “pesquisador” guardo para a pessoa (masculina ou feminina) que participa de um grupo de pesquisa no ensino stricto sensu (mestrado, doutorado ou pós-doutorado) e também aos que pesquisam de modo autônomo ou independente. Essa observação, ainda que singela, não procura formular julgamentos, pois tão-somente enfatiza as características próprias que exigem os graus pelos quais percorremos, mas que são diferentes, embora próximos. No grupo “pesquisador” está inserido o que adquiriu grande conhecimento em redação científica, aliás, é pelo caminho dela que falo. Ademais, costumam ser pessoas que se destacam em diversos campos, independente do cargo que ocupam, e alguns têm grande talento. Porém, poucos, bem poucos, dominam a redação científica t…

Treinamentos em redação científica (São Paulo)

Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria 28/08/2013, às 9h55
O Treinamento em Redação Científica é oferecido na modalidade individual ou em grupo, de acordo com a preferência do pesquisador. Trata-se de espaço único em que os pesquisadores podem aprofundar e renovar os seus conhecimentos, pois dispõem de toda a infraestrutura necessária.        O apoio oferecido consiste em uma equipe de profissionais especializados em redação científica, em especial na área da saúde, que fornece desde o suporte para a familiarização das exigências dos periódicos científicos até o desenvolvimento de certas habilidades, por meio de métodos e técnicas eficazes e facilmente assimiláveis.      Afora o suporte de profissionais - fator determinante para o sucesso - o Treinamento também é marcado por atividades práticas e dicas exemplificadas, tratadas sem estresse e com muita motivação e dinamismo.
São Paulo (Vila Mariana)

Turma 7 (aos sábados)  Concluído 
Turma 8 (às terças-feiras) Vagas esgo…

Curso de atualização em redação científica no RJ

22/07/2013, às 11h27 Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria Curso de Redação Científica no RJ: fundamentos teóricos e práticos Data: 10 de agosto de 2013 (sábado) Horário: 9h às 18h Local: Rua Barata Ribeiro, 222 Copacabana Objetivo: oferecer técnicas e recursos teóricos e práticos aos estudantes, pesquisadores e interessados em redação científica. Público: pesquisadores inscritos nos programas de especialização, mestrado, doutorado e demais profissionais. O Curso será desenvolvido em duas etapas:  Período da manhã, atividades teóricas.  Período da tarde, atividades práticas (em grupo). Indicação bibliográfica: Manual de técnicas de redação científica (2ª edição). A antiga Apostila está desatualizada. Caderno de exercícios. Redação científica moderna (lançamento). Observação: não é necessário adquirir os livros para frequentar o Curso. Programa: Lógica do trabalho científico Sequência de todas as etapas Plano de trabalho Técnicas para começar o trabalho e técnicas para começar a …

Curso de redação científica: fundamentos teóricos e práticos RJ

29/04/2013, às 8h36 Por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação e Editora Hyria

A promoção "Convide um amigo pesquisador" do Curso de Redação Científica, realizado em Curitiba foi mantida para o Curso de Redação Científica: fundamentos teóricos, no Rio de Janeiro (10/08/2013)
O curso de redação científica: fundamentos teóricos e práticos, que será realizado por Pedro Reiz Centro de Treinamento e Formação, com apoio da Editora Hyria, recebe matrículas como parte da promoção "Convide um amigo pesquisador". Trata-se de curso inédito no Rio de Janeiro que ocorrerá no dia 10 de agosto de 2013 (sábado), em Copacabana. Os interessados ainda podem contar com o Manual de técnicas de redação científica, que é um guia completo e prático com diversas técnicas de redação científica para auxiliar o desenvolvimento de pesquisadores.
Na promoção "Convide um amigo pesquisador" é possível ter 50% de desconto na segunda matrícula. Para ter direito à promoção, basta preenche…

Estresse e ansiedade afetam estudantes e pesquisadores

Por Editora Hyria
1º/04/2013, às 10h14
Um transtorno "oculto" assusta o universo acadêmico, pois interfere na produtividade científica. Trata-se da ansiedade provocada pela produção textual de tese e artigo científico.       Vários motivos provocam estresse e ansiedade no âmbito acadêmico, em especial, quando se trata de produzir e consumir texto científico. Porém, as dificuldades apresentadas pelos estudantes nem sempre são sanadas com as disciplinas oferecidas pelas instituições, embora algumas universidades ofereçam matérias complementares com o intuito de amenizar o problema. Acredita-se que ainda falta muito para mudar esse quadro.


Principais sinais: Sensação de sobrecarga nas atividades, apesar de se esforçar mais.Dúvidas relacionadas ao tempo.Piora no fim de cada uma das atividades, por acreditar que pouco foi produzido.Comprometimento do sono e da autoestima, agressividade e diversos transtornos emocionais.Mas, como mudar?        Quem responde é Pedro Reiz, que desde 2002 …